Bicicletário – onde????

Quando tive a idéia de montar este blog, fiquei super motivada em pegar a bike para ir a qualquer lugar, ainda estou, mas no inicio era muita empolgação. Certa vez, fui até o Shopping Balneário, procurei um bicicletário no Gonzaga e encontrei um único apenas, na rua Fernão Dias, e estava lotado. Achei que seria seguro amarrar a bike no poste em frente ao Shopping. Fiz isso e entrei.

Quando estava  em uma loja arrisquei uma pergunta para a balconista: — Você sabe se tem bicicletário no shopping?

Ela me olhou com uma cara de dúvida: — B i c i c l e t á r i o ??? 

Respondi: — Sim, para quem vem de bike.

Me olhou da cabeça aos pés. Na hora pensei que ela tinha entendido se tinha vaga para o meu disco voador… então respondeu — Não! E deu de ombros.

Ainda insisti: — É que eu parei a bike no poste aí em frente.

Foi aí que ela se virou com cara de espanto e disse: — Um minuto!

— Como?

— Um minuto para levarem sua bike!

Saí correndo. Enquanto descia a escada rolante pensava no blog: “Mas acabei de montar um blog sobre um movimento para o uso da bicicleta!”

Felizmente a magrela estava lá no poste me esperando, ela sorriu para mim e eu sorri para ela. Prometi que nunca mais largava ela sozinha no poste. 😀

Esta historinha é só para ilustrar a importância do bicicletário. E para tentar colocar uma questão aqui.

Será que o comércio do Gonzaga não percebeu que existe uma ciclovia cruzando o meio dele? Os comerciantes não se deram conta do quanto ganhariam se os ciclistas pudessem estacionar tranquilamente suas bicicletas ao redor de suas lojas?

Fica a questão. E um tema interessante para um novo post.

Anúncios

Tags:, , ,

About Ana Paula

Sou Ana Paula, arquiteta e paulistana. Atualmente santista. Santos é a cidade que escolhi viver. A cidade para mim tem que manter sua identidade e a identidade de seus habitantes. Uma grande cidade tem que garantir mobilidade. Tem que dar segurança e provocar liberdade. Toda cidade tem que ser humana e nunca deve ceder o espaço das pessoas para as máquinas.

11 responses to “Bicicletário – onde????”

  1. anonimo says :

    além de elucidativo…muito criativo seu post 🙂

  2. Lívia Araújo says :

    Pela minha última ida a Santos, achei que a falta de paraciclos (tem no aquário, em algumas vagas de estacionamento na rua (vi na Floriano Peixoto e na Alexandre Martins – o que acho ótimas ideias) não intimida o pessoal não. Vi MUITOS postes coalhados de bicicletas… 🙂 Se sua bici for véia e sem marcha, prenda no poste sem dó. 😀

  3. Guilherme Moraes da Silva says :

    Ana, o ciclista aqui na baixada ainda tem a peça de não ser visto como consumidor. Por isso o comércio do gonzaga ainda não investe em nós. Nenhuma shopping da cidade tem bicicletário.
    Já tive duas bikes furtadas e passei a usar um cadeado específico (u-lock)… nunca mais tive problemas… e olha que paro em qualquer lugar.

  4. suzan says :

    Genial Bela!!!!!! bjs, saudades

  5. Luciana Rocha says :

    Adorei sua história! principalmente a parte do “disco voador” rsrsrsrsrs

    Moro em SP, ainda não tenho bike, trabalho na Paulista e não tem 1 mísero bicicletário na avenida mais famosa da cidade. Sorte que meu chefe disse que, se eu quiser ir trabalhar de bike, posso estacionar a magrela na vaga dele, no estacionamento do prédio…

    Beijo!

    • Ana Paula says :

      Oi Luciana, logo a Paulista, palco das grandes manifestações paulistanas, e brasileiras também. Onde já se passaram tantas bicicletadas… mas ainda é o centro financeiro, e isto quer dizer que o $$$ anda muito de carro. Ainda bem que existem pessoas como o seu chefe, mesmo assim acho que você devia protocolar um pedido na administração do seu escritório, e fazer isso toda semana, pedir pros seus colegas fazerem, e até seu chefe. Quem sabe vira moda??? 😀 Beijos.

  6. jackie1512 says :

    Ana,como Paulistana que é,você sabe que São Paulo está bem atrás da cidade de Santos neste quesito. Na região central não existe nenhuma loja ou Shopping que possuem bicicletário,pelo contrário,algumas galerias são proibido atravessar de um lado ao outro com a BIKE. Nem em frente as lojas encontramos PARACICLOS.O pior mesmo é não encontrar local adequado nos estacionamentos para deixarmos nossa BIKE. È isso aí Ana,continue lutando pelos nossos direitos.

  7. Fabricio Semmler says :

    Muito pertinente o questionamento. Fica a dica para quem é do comércio!

  8. itararesv says :

    Ana Paula, já que você citou o balneário…. vc sabe que a pelo menos uns 15 anos atráz existia um biciletário no shopping, onde vc deixava a bike pagava uma pequena taxa e recebia um protocolo para retirar a bike depois… não sei se alguém lembra…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: